Doenças Infectocontagiosas na Atenção Básica à Saúde

Desenvolvido no âmbito da parceria firmada entre a Universidade Federal de Minas Gerais/Faculdade de Medicina-Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da (UFMG/FM-Nescon) e o Ministério da Saúde/Universidade Aberta do SUS (MS/UNA-SUS).

Tendo como cenário a Atenção Básica, este curso aborda algumas das principais medidas de vigilância, de controle e orientações para o manejo clínico de agravos infectocontagiosos prevalentes no Brasil.

Metodologia: elaborado segundo princípios de educação a distância (EaD), todas as atividades de aprendizagem do Curso são desenvolvidas pelo aluno sem a participação de tutor, preceptor ou professor (curso on-line, autoinstrucional).

Objetivo geral: Apresentar as principais medidas de vigilância e de controle de agravos infectocontagiosos prevalentes no Brasil bem como orientar o seu manejo clínico no âmbito da Atenção Básica à Saúde.

Público-alvo: Médicos vinculados ao SUS com registro no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Sáude (CNES).

*Acesso ao público em geral

 

  • Período de Matrícula: 11/03/2019 a 20/11/2019
  • Data limite para conclusão do Curso: 20/12/2019

Modalidade: conteúdo e todas as atividades do curso, inclusive itens de avaliação, estão disponibilizados em ambiente virtual de aprendizagem e podem ser acessados em computadores, laptops, tablets e smartphones, por meio de qualquer navegador (curso on-line/autoinstrucional).

Carga horária: 60 horas.

Certificado de Conclusão: Curso de Extensão/ Atualização

O certificado de conclusão é emitido on-line e enviado por e-mail em até 03 (três) dias úteis, após o término do curso (caso o documento não esteja em sua caixa de entrada nesse prazo, verifique a caixa de spam).

 

Conteúdo

Unidade 1 – Vigilância das doenças infectocontagiosas na Atenção Básica

  • Atenção Básica e o Sistema de Informações de Agravos de Notificação (SINAN)
  • Funções da Vigilância na Atenção Básica
  • SINAN e outros Sistemas de Informação
  • Notificação compulsória de agravos
  • Vigilância de agravos selecionados
  • Tuberculose – aspectos epidemiológicos, vigilância e controle
  • Dengue – aspectos epidemiológicos, vigilância e controle
  • AIDS – aspectos epidemiológicos, vigilância e controle
  • Influenza – aspectos epidemiológicos, vigilância e controle
  • Malária – aspectos epidemiológicos, vigilância e controle

Unidade 2 – Abordagem clínica de agravos infecciosos na Atenção Básica

  • Síndrome gripal
  • Suspeita clínica
  • Manejo Clínico
  • Aspectos gerais da vigilância
  • Vacinação
  • Medidas gerais de prevenção
  • Quimioprofilaxia
  • Febre, tosse e emagrecimento
  • Abordagem da Tuberculose Pulmonar: suspeita clínica; diagnóstico; instruções para coleta de escarro para baciloscopia
  • Abordagem da Leishmaniose Visceral: epidemiologia; manifestações clínicas; diagnóstico laboratorial; prevenção; tratamento.
  • HIV e outras DST
  • Aids na Atenção Básica
  • Abordagem sindrômica das DST
  • Prevenção do HIV e de outras Doenças Sexualmente Transmissíveis
  • Atribuição dos profissionais da Atenção Básica
  • Hepatite viral aguda
  • Principais vírus causadores de Hepatites Virais
  • Manifestações clínicas
  • Diagnóstico laboratorial
  • Avaliação da cronificação da infecção nas Hepatites Virais
  • Tratamento
  • Investigação de contatos e medidas de prevenção
  • Notificação
  • Doença febril hemorrágica
  • Diagnóstico diferencial
  • Malária;
  • Leptospirose;
  • Dengue;
  • Febre maculosa.

O curso Doenças Infectocontagiosas na Atenção Básica à Saúde dispõe de:

  • Plataforma virtual – Plataforma Phila – por meio da qual o/a aluno/a realiza todas as atividades de aprendizagem e avaliações;
  • Biblioteca online, cujo acervo é composto de: módulos, publicações; referências (textos completos), livros e vídeos