NESCON MEDICINA UFMG Homepage NESCON
Intervenção educativa para modificação dos fatores de risco da hipertensão arterial pela ESF Malhada da Onça, no município de São Sebastião/AL
Tipo:
Trabalho de Conclusão de Curso
Referência:
Outro(s) Autor(es):
Descritor(es):
Informações Pedagógicas:
(Curso de Especialização Estratégia Saúde da Família)
Resumo:
São Sebastião é um município brasileiro localizado no sul do estado de Alagoas. Sua população é de 33.826 habitantes, sua área é de 315 km (105,22 h/km) e está localizado a 136 Km de Maceió, capital de Alagoras. O principal problema identificado pela equipe de saúde no município foi a dificuldade de monitoramento de pacientes com doenças crônicas não transmissíveis - Hipertensão arterial. Ao fazer a análise do estado de saúde dos usuários da área de abrangência foram detectados como principais causas de mortalidade: o aumento da doença cardiovascular, bem como um aumento significativo nas taxas de incidência de pacientes com hipertensão. A hipertensão arterial sistêmica (HAS) representa grave problema de saúde na nossa região, não só pela elevada prevalência da população adulta como também pela acentuada parcela de hipertensos não diagnosticados, ou não tratada de forma adequada, ou ainda pelo alto índice de abandono ao tratamento. Esse TCC tem por objetivo elaborar um projeto de intervenção educativa para promover a redução da incidência de hipertensão arterial no município de São Sebastião/AL. Para o desenvolvimento do Plano de Intervenção foi utilizado o Método do Planejamento Estratégico Situacional - PES e também foi realizada pesquisa bibliográfica narrativa, com busca de material em documentos do Ministério da Saúde, periódicos indexados na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Com este trabalho conseguimos avaliar a situação da hipertensão arterial na área de abrangência da Unidade Básica de Saúde Malhada da Onça do município São Sebastião em Alagoas, obtendo os números de casos da respectiva doença. Por meio deste diagnóstico poderemos entender a situação epidemiológica e propor ações de promoção, prevenção, tratamento e reabilitação de todos os casos presentes na comunidade.
Público Alvo:
Médicos de Família e ComunidadeMédicos ClínicosEnfermeiros e afins
Informações Adicionais:
CEESF - UFMG