NESCON MEDICINA UFMG Homepage NESCON
Estratégias de redução das complicações e controle em portadores de hipertensão arterial sistêmica e diabetes mellitus da ESF Novo Delfino
Tipo:
Trabalho de Conclusão de Curso
Referência:
Outro(s) Autor(es):
Descritor(es):
Termo(s) Livre(s):
Informações Pedagógicas:
(Curso de Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família)
Resumo:
Montes Claros é um dos cinco maiores municípios de Minas Gerais com 361.915 habitantes numa área total de 3 568,94 km. Situada em importante área geográfica do norte do estado, é referência para os demais municípios. Dentre os programas de saúde do município, a equipe de Estratégia de Saúde da Família Novo Delfino é responsável pelo acompanhamento de saúde de 782 famílias cadastradas, com um total de 3627 habitantes. População predominantemente jovem, de baixa renda. Com 334 hipertensos e 77 diabéticos cadastrados, a unidade apresenta subnotificação dessas enfermidades (prevalência de 12,7% para hipertensos versus 32,5% nacional e 2,9% diabéticos versus 12% nacional) com alto índice de complicações cardiovasculares no ultimo ano. O acompanhamento atual é ineficaz sem classificação de risco. O programa estratégia saúde da família já se mostrou eficaz no controle e conscientização sobre doenças crônicas. Sendo assim, o presente trabalho visa elaborar um plano que seja capaz de minimizar as complicações dos hipertensos e diabéticos, propondo melhoras nesse acompanhamento com classificação de risco, busca ativa e conscientização de toda a população com consequente melhora na qualidade de vida e redução das complicações de ambas doenças. O plano de intervenção consiste em operações dinâmicas e constantes com resultados sobre direto e indireto sobre a vida do paciente.