NESCON MEDICINA UFMG Homepage NESCON
Programa renda mínima na aldeia indígina Morro da Saudade em São Paulo, entre 2003 e 2004: análise de uma experiência
Tipo:
Artigo
Referência:
FABBRI, Elizete Antelmi; RIBEIRO, Helena . Programa renda mínima na aldeia indígina Morro da Saudade em São Paulo, entre 2003 e 2004: análise de uma experiência. SAÚDE E SOCIEDADE. São Paulo, v. 16, n. 2, p.61-75, 2007.
Descritor(es):
Termo(s) Livre(s):
Resumo:
Este trabalho teve como objetivo analisar a implantacao do Programa de Garantia de Renda Familiar Minima (PGRFM) na comunidade Guarani do Morro da Saudede (distrito de Parelheiros), no Municipio de Sao Paulo. O universo da pesquisa abrangeu 67 familias indigenas da aldeia, inseridas no PGRFM, entre 2003 e 2004. A metodologia empregada foi a qualitativa, com a utilizacao de varias tecnicas: obseracao participante, avaliacao de documentos oficiais e correlatos, entrevista aberta realizada a partir de roteiro norteador, que possibilitou o reconhimento de depoimentos de familias beneficiarias e de atores profissionais de instituicoes municipais e estaduais. Foi adotado o princípio da triangulação para análise dos resultados. Observou-se que, apesar de estarem inseridas na sociedade de consumo, as comunidades indígenas guardam valores coletivos e sociais que se revelaram incompativeis com as caracteristicas de um programa de distribuicao de renda, tipico da sociedade envolvente. Sugere-se que a politica de distribuicao de renda, apesar de diminuir o risco de desnutricao na aldeia, pode intensificar o quadro de tensao no qual se inserem as comunidades indigenas assentadas em meio urbano, ocasionando desequilibrios na saude de seuse membros e alterando sua relacao com o meio ambiente. Conclui-se que a Lei da Renda Basica de Cidadania seria mais dequada ao mundo idngena, se adaptada e regulamentada para eles e com a sua participacao.