NESCON MEDICINA UFMG Homepage NESCON
Prevalência da fluorose dentária em escolares de 12 e 15 anos de idade em Salvador, Bahia, Brasil, 2001
Tipo:
Artigo
Referência:
CANGUSSU, Maria Cristina Teixeira et al. Prevalência da fluorose dentária em escolares de 12 e 15 anos de idade em Salvador, Bahia, Brasil, 2001. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA. Rio de Janeiro, v. 20, n. 1, p.129-135, jan./fev. 2004.
Outro(s) Autor(es):
Descritor(es):
Resumo:
O objetivo foi determinar a prevalencia da fluorose dentaria em uma amostra de 3.313 escoalres de 12 e 15 anos em distrito sanitario em Salvador, Bahia, Brasil. Desenvolveu-se um estudo transversal e os dados foram coletados por sete examinadores (kappa = 0.69), segundo os criterios da OMS (indice de Dean). Informacoes adicionais como participacao em programas, acesso ao dentista, local de moradia dos 0-5 anos de vida, sexo e etnia foram obtidos mediante questionario. Procedeu-se a analise descritiva para o municipio e para cada distrito. Resultou que 31,4% dos escolares aos 12 anos e 27.6% aos 15 anos apresentavam fluorose, predominando a categoria "muito leve". Foram encontradas diferencas entre os distritos (p0.05 X). Os distritos de Pau da Lima e Brotas foram os com maior percentual de individuos sadios aos 12 anos - 81,8% e 81,6%; e, aos 15 anos, Suburbio Ferroviario, Pau da Lima e Cajazeiras foram as regioes com maior prevalencia - 72,4% e 57,3% aos 12 e 15 anos, respectivamente, atribuida as diferencias na calibracao da equipe. Foram identificadas diferencas entre os distritos sanitarios, reforcando a necessidade de vigilancia a saude.