NESCON MEDICINA UFMG Homepage NESCON

CADERNOS DE ATENÇÃO BÁSICA
Tipo:
Livro
Referência:
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção a Saúde. Departamento de Atenção Básica. Envelhecimento e saúde da pessoa idosa. CADERNOS DE ATENÇÃO BÁSICA. Brasília: Ministério da Saúde, 2006. 192p

(Série A. Normas e Manuais Técnicos)
(Cadernos de Atenção Básica, n. 19)
Outro(s) Autor(es):
Descritor(es):
Resumo:
O envelhecimento, antes considerado um fenomeno, hoje, faz parte da realidade da maioria das sociedades. O mundo esta envelhecendo. Tanto isso e verdade que estima-se para o ano de 2050 que existam cerca de dois bilhoes de pessoas com sessenta anos e mais no mundo, a maioria delas vivendo em paises em desenvolvimento. No Brasil, estima-se que existam, atualmente, cerca de 17,6 milhoes de idosos. O envelhecimento populacional e uma resposta a mudanca de alguns indicadores de saude, especialmente a queda da fecundidade e da mortalidade e o aumento da esperanca de vida. Nao e homogeneo para todos os seres humanos, sofrendo influencia dos processos de descriminacao e exclusao associados ao genero, a etnia, ao racismo, as condicoes sociais e economicas, a regiao geografica de origem e a localizacao de moradia. A Organizacao Pan-Americana de Saude (OPAS) define envelhecimento com "um processo sequencial, individual, acumulativo, irreversivel, universal, nao patologico, de deterioracao de um organismo maduro, proprio a todos os membros de uma especie, de maneira que o tempo o torne menos capaz de fazer frente ao estresse do meio-ambiente e, portanto, aumente sua possibilidade de morte". O envelhecimento pode ser compreendido como um processo natural, de diminuicao progressiva da reserva funcional dos individuos - senescencia - o que, em condicoes normais, nao costuama provocar qualquer problema.