NESCON MEDICINA UFMG Homepage NESCON
Adaptação transcultural e análise de confiabilidade do Southampton Assessment of Mobility para avaliar a mobilidade de idosos brasileiros com demência
Tipo:
Artigo
Referência:
PEREIRA, Leani Souza Maximo . Adaptação transcultural e análise de confiabilidade do Southampton Assessment of Mobility para avaliar a mobilidade de idosos brasileiros com demência. CADERNOS DE SAÚDE PÚBLICA. Rio de Janeiro, v. 22, n. 10, p.2085-2095, out. 2006.
Outro(s) Autor(es):
Descritor(es):
Resumo:
O objetivo deste trabalho foi adaptar transculturalmente o instrumento Southampton Assessment of Mobility e testar sua confiabilidade intra e interexaminadores para idosos brasileiros da comunidade, com demencia, classificados quanto a gravidade pelo Clinical Dementia Rating. O instrumento adaptado foi aplicado em uma amostra de 107 idosos (76,26 anos +- 7,59;27,1 percentual homens, 72,9 percentual mulheres) com diagnostico clinico de demencia dada pelo servico de geriatria do Centro de Referencia em Atencao ao Idoso Professor Caio Benjamin Dias, do Estado de Minas Gerais, Hospital das Clinicas, Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais, Brasil. Dentre os avaliados, 39 (76,85 anos 7,75; 23,1 por cento homens, 76,9 por cento mulheres) foram aleatorizados para avaliacao da confiabilidade. A ferramenta estatistica foi o teste kappa. Os resultados mostraram que a confiabilidade intra e interexaminadores foram, respectivamente: demencia leve 0,89-0,86; moderada 0,79-0,85 e grave 0,53-0,49. O instrumento adaptado demonstrou ser aplicavel a populacao alvo e demonstrou ter confiabilidade "quase perfeita" para demencia leve e moderada. Para a demencia grave os indices de confiabilidade foram "moderaldos".