NESCON MEDICINA UFMG Homepage NESCON

Imagem

    Descreve como o processo de trabalho na área da saúde está sempre inserido em um contexto mais amplo, que envolve, na perspectiva do paciente, o arcabouço legal e as políticas de saúde, seu grau de instrução e letramento em saúde, aspectos culturais e socioeconômicos, entre outras esferas.
    Apresenta ações de controle de malária dentro do espectro de atuação dos profissionais da atenção primária.
    Apresenta as áreas com transmissão de malária no Brasil registradas pela Superintendência de Campanhas de Saúde Pública (SUCAM), em 1960.
    Descreve trechos da Portaria 485 de 01/04/2014 a qual redefine o atendimento às pessoas em situação de violência no Brasil.
    Apresenta os elementos fundamentais para avaliação da pessoa.
    Apresenta em um mapa a região amazônica brasileira onde é responsável por 99% dos casos autóctones do país.
    Apresenta o ciclo biológico do plasmodium causador da malária.
    Contém trechos de artigos da Constituição Federal de 1988..
    Descreve trechos da lei 10.886 de 17/08/2004 que instituiu que a lesão corporal cometida por pessoas que convivem no mesmo espaço fosse especificada como um tipo especial de crime.
    Apresenta os critérios administrativos de elegibilidade para a assistência em Atenção Domiciliar. Referem-se aos quesitos administrativos, operacionais e legais que embasam a AD.
    Apresenta os critérios clínicos de elegibilidade para a assistência em Atenção Domiciliar. Estes critérios dizem respeito à situação da pessoa, aos procedimentos necessários ao cuidado e à frequência de visita
    Apresenta os critérios de elegibilidade para cuidado paliativo à criança e ao adolescente.
    Apresenta os critérios de elegibilidade para cuidado paliativo das doenças mais frequentes nos perfis de morbimortalidade.
    Apresenta os critérios socioeconômicos e ambientais de elegibilidade para a assistência em Atenção Domiciliar.
    Apresenta os cuidados gerais para realizar uma abordagem em caso de trauma ocular.
    Apresenta dados globais de malária. Onde a transmissão da malária ocorre no local onde o diagnóstico foi realizado, sem relato de deslocamento do indivíduo para outras regiões.
    Apresenta diferentes abordagens na multimorbidade: a abordagem de cuidado centrada em doenças isoladas e a abordagem de cuidado à pessoa com multimorbidade.
    Apresenta informações do Decreto n. 7.958 de 13/03/2013 que estabelece diretrizes para o atendimento às vítimas de violência sexual.
    Apresenta uma base para adequar recomendações de guidelines de uma doença específica à condição de multimorbidade, no sentido de ser capaz de avaliar quais recomendações se aplicam e quais não se aplicam, levando-se em conta outras doenças presentes ou possivelmente presentes.
    Apresenta um conjunto de práticas de limpeza tanto do corpo quanto do ambiente capaz de contribuir na promoção da saúde e prevenção de doenças.
    Apresenta o mapa da ocupação da Amazônia. Esta ocupação estava condicionada à oferta de oportunidades de trabalho relacionadas à construção de rodovias e ferrovias, construção de hidroelétricas, projetos de colonização agropecuários e exploração de minérios.
    Apresenta um mapa com informações sobre casos de internação e óbitos na região Amazônica e Extra-Amazônica.
    Apresenta cidades e regiões livres do risco de transmissão de malária em áreas onde a doença é endêmica, o que confirma a heterogeneidade da incidência da doença em regiões com elevadas taxas de transmissão.
    Descreve trechos da lei n. 11.340 de 07/08/2006, Lei Maria da Penha.
    Apresenta um método de retirada de corpo estranho ocular.
    Descreve trechos da lei 12.845 de 01/08/2013 que normatiza o atendimento as vítimas de violência sexual.
    Descreve informações sobre lei 10.778 de 24/11/2003 a qual instituiu a Notificação Compulsória da Violência Contra a Mulher.
    Apresenta formas de diagnóstico do tracoma.
    Apresenta o passo a passo para a realização de monitoramento em serviços de saúde.
    Apresenta o procedimento para a realização de uma irrigação ocular.
    Apresenta o passo a passo do processo de avaliação de serviços de saúde.
    É uma representação conceitual de um processo de decisão compartilhada envolvendo a realização de exames para se estabelecer um diagnóstico. Demonstra que a decisão compartilhada vai além do ato de prover informações ao paciente sobre determinada conduta (exames complementares, nesse caso). Fundamenta em uma avaliação ampliada do processo de cuidado à saúde, envolvendo o contexto do paciente, seus valores, preferências e peculiaridades, bem como a experiência do profissional e sua avaliação sobre riscos, viabilidade e aplicabilidade de determinada conduta.
    Tem o objetivo de informar aos profissionais médicos da Saúde da Família ou da Unidade de Atenção Básica, sobre as responsabilidades da equipe na saúde ocular.
    Apresenta os sintomas e sinais mais frequentemente observados em pacientes com malária.
    Apresenta as principais queixas oculares ambulatoriais que são: o olho vermelho, a dor e/ou sensação de corpo estranho, a presença de secreção ocular, a redução da acuidade visual, a visão dupla (ou diplopia), o olho torto (estrabismo) e a proptose (protrusão do globoocular, exoftalmia).
    Apresenta a tabela de Snellen, um quadro com letras ou símbolos de diferentes tamanhos organizados em fileiras e colunas, utilizado para medir a acuidade visual.
    Apresenta a tabela de Snellen, um quadro com letras ou símbolos de diferentes tamanhos organizados em fileiras e colunas, utilizado para medir a acuidade visual.
    Apresenta a tabela de Snellen, um quadro com letras ou símbolos de diferentes tamanhos organizados em fileiras e colunas, utilizado para medir a acuidade visual.
    Apresenta orientações para aplicar o teste rápido para diagnóstico da malária. É um método importante para diagnóstico da malária, especialmente em locais onde a microscopia é de difícil realização. Apresentam, como vantagens, o fato de não necessitarem de equipamentos especiais para sua execução e a possibilidade de serem realizados por pessoas com treinamento mínimo.
    Apresenta os resultados possíveis de um teste rápido para diagnóstico da malária.
    Apresenta 6 componentes de uma abordagem centrada na pessoa.
    Apresenta informações relativas a definição de casos suspeitos e confirmados de malária.