NESCON MEDICINA UFMG Homepage NESCON

Referências

    BRASIL. Ministério da Saúde . Caderneta de Saúde da Criança - menina. Brasília, 2009b.
    GRECO, P. J.; BENDA, R . Iniciação Esportiva Universal. Belo Horizonte: Editora UFMG, v. 2, 1998.
    ROBINSON T. N . Reducing children's television viewing to prevent obesity. : JAMA, v. 282, n. 16, p.1561-1567, 1999.
    ANDERSEN R. E. [et al] . Relationship of physical activity and television watching with body weight and level of fatness among children. : JAMA, v. 279, n. 12, p.938-942,
    ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DE SAÚDE . Aborda aspectos relacionados ao tabagismo.
    CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Boletim CONFEF 58 . Anabolizantes: consumo vira epidemia entre jovens. , Nov, 2010. 
    REIS R. S., HINO A. A. F., FLORINDO A. A., ANEZ R. R., DOMINGUES M.R . Association between physical activity in parks and perceived environ69ment: a study with adolescents. : J Phys Act Health, v. 6, n. 4.
    ALVES, J. G. B . Atividade física em crianças: promovendo a saúde do adulto. Recife: Rev. Bras. Saúde Matern. Infantil, v. 3, n. 1, p.5-6, 2003.
    CHRISTODOULOS A. D.; DOUDA H. T.; POLYKRATIS M.; TOKMAKIDIS S.P.  Attitudes towards exercise and physical activity behaviours in Greek schoolchildren after a year long health education intervention. : Br J Sports Med, v. 40, n. 4, p.367-371. 
    BRASIL. Ministério da Saúde . Caderneta de Saúde da Adolescente. : Ministério da Saúde, 2009. 42p.
    BRASIL. Ministério da Saúde . Caderneta de saúde da criança - menino. 8 ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2013. 92p.
    BRASIL. Ministério da Saúde . Caderneta de Saúde do Adolescente.: Ministério da Saúde, 2009. 52p.
    BRASIL. Secretaria Estadual de Educação . Centro de Referência Virtual do Professor. Disponivel em: http://crv.educacao.mg.gov.br/sistema_crv/index2.aspx??id_objeto=23967
    AINSWORTH B. E. [et al] . Compendium of physical activities. classification of energy costs of human physical activities. : Med Sci Sports Exerc, v. 25, n. 1, 1993. p.71-80. Disponivel em: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/8292105
    BRASIL. Ministério da Saúde. Biblioteca Virtual . Descritores em Ciências da Saúde. Brasília, 2011. Disponivel em: http://decs.bvs.br/
    ROMERO A.; SLATER B.; FLORINDO A. A . Determinantes do índice de massa corporal em adolescentes de escolas públicas de Piracicaba, São Paulo. São Paulo: Cien Saude Colet, v. 1, p.141-149, 2008.
    BRASIL. Ministério da Saúde. Cadernos de Atenção Básica . Diretrizes do NASF. Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Brasília, n. 27, 2009. 
    BRASIL. Lei n. 9.394, de 23 de dezembro de 1996 . Dispõe sobre as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, 1996. Disponivel em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/L9394.htm
    RINK, J . Effective instruction in physical education. In S. Silverman.; C.Ennis (Eds.), Student Learning in Physical Education. : Illinois:Human Kinetics, 1996.
    ARGENTINA. Ministério de Salud. Presidencia de la nación. Encuesta mundial de salud Escolar. Buenos Ayres, 2007. 51p.
    UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DE SÃO PAULO. Departamento de Psicobiologia . Esteróides anabolizantes. São Paulo: ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA, 2006. Disponivel em: http://www2.unifesp.br/dpsicobio/cebrid/quest_drogas/esteroides_anabolizantes.htm
    FANTE, C . Fenômeno Bullyng: como prevenir a violência nas escolas e educar para paz. Campinas: Versus Editora, 2005. 224p.
    IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística . IBGE TEEN. Brasília, 2011. Disponivel em: http://teen.ibge.gov.br/
    MILBRADT, S. N.[et al] . Influência da atividade física e sua relação com o sedentarismo em crianças e adolescentes em idade escolar. Buenos Aires: Revista Digital, n. 132, 2009. Disponivel em: http://www.efdeportes.com/efd132/atividade-fisica-e-sua-relacao-com-o-sedentarismo.htm
    WORLD HEALTH ORGANIZATION/FIMS. Committee on Physical Activity for Health. Exercise for health. Influência da atividade física e sua relação com o sedentarismo em crianças e adolescentes em idade escolar. Buenos Aires: Revista digital, v. 14, n. 132, mayo, 2009. Disponivel em: http://www.efdeportes.com/efd132/atividade-fisica-e-sua-relacao-com-o-sedentarismo.htm
    CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA . Musculação para crianças e adolescentes: bom ou ruim?. : CONFEF, 2011. Disponivel em: http://www.confef.org.br/extra/noticias/conteudo.asp?id=396
    OFFICE OF DISEASE PREVENTION AND HEALH PROMOTION . National Center for Chronic Disease Prevention and Health Promotion (NCCDPHP). USA: Promot Educ., v. 9, n. 155-165, 2002. p.175-6. Disponivel em: http://healthfinder.gov/FindServices/Organizations/Organization.aspx?code=HR0069
    NIELSEN REPORT ON TELEVISION . New York, NY: Nielsen Media Research. 4p., 2006.
    CESCHINI F. L.; FLORINDO A. A. BENÍCIO M. H. D. A . Nível de atividade física em adolescentes de uma região de elevado índice de vulnerabilidade juvenil.: Rev Bras Ci e Mov, v. 15, n. 4, p.67-78, 2007.
    BRASIL. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Ministério do planejamento, orçamento e gestão . Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar. Rio de Janeiro: IBGE, 2009. 138p.
    CASPERSEN C. J.; Powell K. E.; Christensen G. M . Physical activity, exercise,and physical fitness: definitions and distinctions for health-related research. Public Health Rep, v. 100, 1985. p.126-131.
    MARTINÉZ J. A., GIBNEY HUFB, KEARNEY J., MARTINEÉZ-GONZÁLES M. A . Physical activity, sedentary lifestyle and obesity in the European Union. : Int J Obes Relat Metab Disord, v. 23, 1999. p.1192-1201
    SANTA CATARINA. Poder Judiciário . Portal da infância e da adolescência. Florianópolis, 2011. Disponivel em: http://www.tjsc.jus.br/
    BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria n. 154, de 24 de janeiro de 2008. Cria os núcleos de apoio à Saúde da Família - NASF. Brasília, 2008. p. 47
    HALLAL P. C., BERTOLDI A. D., GONÇALVES H., VICTORA C. G . Prevalência de sedentarismo e fatores associados em adolescentes de 10-12 anos de idade. : Cad Saude Pública, v. 22, n. 6, p.1277-1287, 2006.
    FARIA, Horácio Pereira de et al. Processo de trabalho em saúde. NESCON/UFMG - Curso de Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família . 2ed. Belo Horizonte: Coopmed, 2009. 68p.
    LOPES NETO, Aramis Antônio; MONTEIRO FILHO, Lauro; SAAVEDRA, Lucia Helena. Programa de redução do comportamento agressivo entre estudantes. 21p. 
    CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO FÍSICA (BRASIL) . Recomendações sobre condutas e procedimentos do profissional de Educação Física na atenção básica à saúde. Rio de Janeiro: CONFEF, 2010. 48 p.
    GORTMAKER S. L. et al . Television viewing as a cause of increasing obesity among children in the United States, 1986-1990. : Arch Pediatr Adolesc Med, v. 150, n. 4, 1996. p. 356-362. Disponivel em: http://archpedi.jamanetwork.com/article.aspx?articleid=517896
    SILBER, T. e SOUZA, R . Uso e abuso de drogas na adolescência: o que se deve saber e o que se pode fazer. Porto Alegre: Adolescência Latino Americana, v. 1, n. 3, p.148-162, 1998.
    BIDDLE, S.; CAVILL, N.; SALLIS, J . Young and active? Young people and health-enhancing physical activity - evidence and implications. London: Health Educ Author, 1998. 176p.